Página das Descobertas da Calvaria

Largo da Igreja
igreja_de_pé.jpg
Sejam Bem Vindos

Fonte
cruz_e_fonte.jpg
Jardim
jardim.jpg
A Calvaria é uma localidade, onde o som dos foguetes nos acompanha todos os dias. Parece que estamos sempre na festa!
Se quiser também nos pode visitar AQUI

Calvaria Porquê?

O topónimo “Calvaria” é um derivado do latim “calvarius”, formado pelo substantivo “calva”, que significa “crânio ou caveira” e pelo sufixo “arius”, que designa o lugar onde se juntam. Esta designação é bastante comum em Portugal, como seria de esperar pela sua conotação religiosa, pois teve origem no nome do lugar onde Cristo foi crucificado.O nome Calvaria terá surgido a partir do substantivo cavalariça. Antigamente Calvaria era um local onde havia muitas cavalariças, onde se criavam e guardavam cavalos. O que justifica também o nome de algumas localidades ao nosso redor, como por exemplo, Casal Relvas, local onde os cavalos iam pastar e Casais de Matos, local onde se ia buscar o mato para fazer as camas dos cavalos. Há cerca de 40 anos ainda existiam argolas num muro numa rua próxima da escola que provavelmente serviram para prender os cavalos. Há quem diga que alguns dos cavalos criados aqui terão ajudado o exército português a vencer os espanhóis na batalha de Aljubarrota em 1385.Há quem diga que o nome Calvaria, advém do nome de terras “calvas”, sem vegetação, que circundavam as terras do mosteiro da Batalha, no século XIV. Os antigos referiam que aquando das invasões francesas, havia numa das quintas cá existentes, de seu nome Quinta do Deão uma cavalariça, onde os cavaleiros guardavam os seus cavalos. Sendo então, a localidade, denominada de Calvaria, anteriormente de “calvário”, por ser um local ermo e de difícil acesso.

Recolha efetuada pelas famílias

ABC.jpgAAA.jpg











Brincadeiras sem idade
Tradições, o ramo da espiga
A nossa viagem no tempo

À DESCOBERTA DOS SABERES E SABORES