História do Lugar da Capela de Santo EstêvãoFonte do Oleiro/Ribeira de Baixo

A capela de Santo Estêvão foi erguida a 28/05/78, pelos moradores mais próximos num lugar com muita história.

A história data do século I, com a existência, no lugar, duma rica casa romana que era o centro de uma grande propriedade.

Esta casa tinha colunas nas sua ornamentação. Uma dessas colunas pode ver-se, hoje, no museu de Porto de Mós.

Nessa época o povo, que era pagão, enterrava os seus mortos junto às casas e assinalavam as sepulturas com lápides escritas em latim. Deste local conhecem-se três lápides, das quais duas estão no museu de Porto de Mós e outra está junto à capela de Santo Estêvão.

A estrada de grande importância que antes ligava Alcobaça a Santarém passou a ser, já no tempo dos nossos reis, a principal ligação entre Porto de Mós e Leiria com as pontes da Freixa e do Couto que ainda hoje existem.

Depois dos romanos vieram os visigodo e depois os mouros até serem expulsos pelos exércitos do primeiro rei de Portugal.

No início da nacionalidade foi construída uma capela no local como forma de o sacralizar, e dar continuidade ao cemitério.

Esta capela, com invocação ao Santo Estêvão das Vinhas, foi uma das mais importantes dos arredores. Por altura da páscoa, saía da igreja paroquial de Santa Maria, do castelo de Porto de Mós, uma procissão de ladainhas até à capela de Santo Estêvão.

Esta capela acabaria por desaparecer com o passar do tempo e há alguns anos foi construída a atual ermida com a lápide.

O que se lia na lápide em latim:

...AE SILVANI

SILVANVS PAT

ET NVMMA

MATER F

( ...AE, filha de Silvano, Silvano o pai, Numa a mãe, mandaram fazer ... à filha)

Bibliografia:

Trabalho realizado pela Dr Carla Pragosa-História do Lugar da Capela de Santo Estêvão Fonte do Oleiro/Ribeira de Baixo

com a consulta da seguinte bibliografia:

Frazão, Serra, 1982-Porto de Mós, Breve Monografia-Edição da Câmara Municipal de Porto de Mós

O Couseiro ou Memórias do Bispado de Leiria, 1868-Braga

Bernardes, João Pedro, 2000- Universidade do ALgarve
setaE.png